segunda-feira, 30 de julho de 2012

Latino vai parar em delegacia após show em Minas Gerais

Latino passou a madrugada desta segunda-feira (30) na delegacia de Nazareno (MG), após um show conflituoso na cidade. Em seu perfil no Twitter, o cantor contou que integrantes da sua equipe de produção e seus seguranças foram agredidos fisicamente por policiais locais e verbalmente pelo prefeito, José Heitor, antes mesmo de a apresentação começar. Além disso, o artista e sua equipe teriam tido uma arma apontada para sua direção.
Segundo o cantor, o motivo da confusão teria sido a imposição do político de que seus parentes e amigos fossem atendidos no camarim antes de fãs.Além de desabafar no Twitter, Latino publicou uma foto de um de seus funcionários com a cabeça sangrando. “Meu produtor levou oito pontos na testa”, relatou o artista. Também divulgou uma imagem feita durante o depoimento, na delegacia. — O prefeito foi tão covarde que disse que se eu não atendesse seus familiares antes, eu não iria atender meus fãs. Como pode um cara desse ser eleito? O prefeito chegou a me segurar pela camisa dizendo: ‘Se você não atender meus amigos e familiares eu vou mandar desligar o som’. Bastante revoltado, Latino ainda lembro que se trata de ano de eleição municipal, fato que, no entanto, não teria impedido o político de agir da forma relatava.— Ano político e o desespero pra ser reeleito fez com que esse idiota desse prefeito arrumasse toda essa confusão. Pena do povo! Se eu fosse outro teria cancelado o show! Em respeito ao publico de Nazareno, eu ainda subi no palco e fiz o show. Fui sangue frio! Fomos até a delegacia local fazer ocorrência e dar queixa do prefeito. Se ele fez isso com a gente, imagina o que ele é capaz para reeleição? R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário